COMO IDENTIFICAR CRISE NA RELAÇÃO E SUPERÁ-LA ENQUANTO HÁ TEMPO.

Exemplo de imagem
Quando entramos em declínio dentro de um relacionamento, não lidamos apenas com nossas emoções, mas com as do parceiro também, tudo em um grande conjunto, parecendo não ter fim, como a infinitude dos nossos oceanos. E assim como a imensidão oceânica, essa circunstância tende a nos assustar, pois temos a clara certeza da dificuldade que é nos entendermos e ainda assim, mesmo buscando a evolução, cometemos muitos erros antes de acertar, então, se existe dificuldade em alcançarmos o autoconhecimento, imagine tentar entender o próximo? Essa responsabilidade que adquirimos dos nossos antepassados, nos possibilita maior interação social e ainda é considerada uma habilidade em desenvolvimento.

Não é recente a ocorrência de crises em uma relação, no entanto, algumas modificações sociais intensificam a dificuldade em identificar uma crise e resolvê-la de forma consciente e pacífica. Cada dia que passa, vivemos ainda mais no piloto automático, guiados apenas pelo puro prazer e luxúria, incapazes de analisarmos o que está acontecendo à nossa volta, excluindo nossa humanidade e focando apenas no individualismo. 

Quando essa situação acontece em um relacionamento, a tendência é que ele se perca, pois existe a falta de paciência para sentar, ouvir e resolver, tentar entender o parceiro tornou-se cansativo, as pessoas estão em busca de vidas fáceis. Se está bom, permanece, porém, se há uma crise, é muito mais prático trocar o parceiro do que trocar a mentalidade.

No entanto, é importante enxergar todas as possibilidades e em todas as perspectivas, refletir sobre o trajeto até o dado momento e concluir se vale realmente ou não a pena, investir mais naquela pessoa. Quando aprendemos a observar as circunstâncias de um ângulo diferente, algumas coisas tornam-se ainda menores, do que aparentavam ser. 

 Como identificar uma crise?

Brigas constantes.

É comum haver desentendimentos entre um casal, afinal, vocês são pessoas completamente diferentes e mesmo que aja semelhanças, cada um tem suas manias e costumes, é um processo de adaptação. O problema está quando isso torna-se rotina na sua relação, qualquer coisa em excesso causa estragos ou perdas, é importante dosar.

Conversas superficiais

Ter um diálogo fluído no relacionamento é essencial para que as coisas corram bem. Quando ocorre um ruído nessa comunicação as coisas ficam ainda mais complicadas de se resolverem, pois, como irão superar uma crise sem conversa? É muito importante ficar atenta (o) a escassez de conversar, isso pode ser um grande indicativo de uma possível crise.

Críticas constantes

É importante saber as diferenças entre expor algo que lhe incomoda e disparar críticas de forma excessiva. Quando entramos em uma crise, tudo que o parceiro(a) faz parece ser errado e irritante, a tolerância chega ao nível mínimo e toda a paciência é perdida, dessa forma, colocando toda a relação em risco, uma vez que chegar nesse grau de estresse é ter como consequência a baixa vontade de estar perto do parceiro.

Vidas análogas

Quando você percebe que perto do seu parceiro(a) não existe mais conforto e aconchego, apenas brigas e grosserias e quando estão longes, você se sente até mais feliz e satisfeito. A partir disso, podemos identificar que vocês estão vivendo vidas diferentes e manter essa situação só prolonga a crise entre vocês.

Distanciamento afetivo

A instabilidade em um relacionamento deixa qualquer um abalado e apreensivo, com medo de dar o próximo passo. Apesar disso, a convivência com a pessoa nos dá o benefício de conhece-la e através disso, conseguimos captar o distanciamento do outro. Quando acontece uma briga recente, é normal cada um tomar seu tempo para refletir, porém em uma crise é diferente, esse afastamento torna-se constante e quando menos se espera, já não trocam nem olhares.

Não sentir falta

Esse tipo de sensação só é perceptível quando paramos para refletir em como o parceiro já não faz mais tanta diferença no cotidiano. A partir do momento em que você se sente mais feliz e mais a vontade sozinha ou com outras pessoas, isso significa o estágio muito elevado de uma crise, beirando o corte nas relações. Por isso, é muito importante estar atento aos sinais, caso não esteja sentindo tantas saudades dos bons momentos e da companhia com seu parceiro (a), fique atento, isso pode ser o início de um rompimento e você ainda não percebeu.




Se você não aceita nada menos do que ser feliz. Não deixe de participar da IMERSÃO ou Entre para a fila de espera.
Feito com
Logo da Klickpages